17 de outubro de 2015

Snoopy e Charlie Brown: Peanuts, O Filme - Meghan Trainor - Better When I'm Dancin'



Snoopy e Charlie Brown: Peanuts, O Filme (The Peanuts Movie) é um futuro filme 3D de animação digital estadunidense de aventura e comédia produzido pelo estúdio Blue Sky Studios e distribuído pela 20th Century Fox, baseado na tira de banda desenhada Peanuts de Charles M. Schulz. O filme foi realizado por Steve Martino e escrito por Craig Schulz, Bryan Schulz, e Cornelius Uliano e contou com a participação de Bill Meléndez (por meio de gravações arquivadas) e Noah Schnapp na dobragem. Este será o quinto filme de longa-metragem a ser baseado na banda desenhada e o primeiro filme baseado nos personagens, desde o último feito em 35 anos atrás. O filme vai comemorar o 65º aniversário da banda desenhada e estrelará Charlie Brown em uma jornada épica.
 O filme será lançado nos Estados Unidos em 6 de novembro de 2015, no Brasil em 10 de Dezembro de 2015 e em Portugal em 24 de dezembro de 2015.

12 de outubro de 2015

Aprendendo a Amar


Eu estou aprendendo. ...
Estou aprendendo a aceitar as pessoas,
Mesmo quando elas me desapontam,
Quando fogem do ideal que tenho para elas,
Quando me ferem com palavras ásperas ou ações impensadas.
Não é difícil aceitar as pessoas assim como elas são,
Não como eu desejo que elas sejam,
Mas como elas são!
É difícil, muito difícil,
Mas estou aprendendo.
Estou aprendendo a amar.
Estou aprendendo a escutar,
Escutar com os olhos e ouvidos,
Escutar com a alma e com todos os sentidos.
Escutar o que diz o coração,
O que dizem os ombros caídos,
Os olhos, as mãos irrequietas.
Escutar a mensagem
Que se esconde por entre as palavras corriqueiras, superficiais;
Descobrir a angústia disfarçada,
A insegurança mascarada,
A solidão encoberta.
Penetrar o sorriso fingido,
A alegria simulada, a vangloria exagerada.
Descobrir a dor de cada coração.
Aos poucos, estou aprendendo a amar.
Estou aprendendo a perdoar
Pois o amor perdoa,
Lança fora as mágoas,
E apaga as cicatrizes
Que a incompreensão e insensibilidade
Gravaram no coração ferido.
O amor não alimenta mágoas
Com pensamentos dolorosos,
Não cultiva ofensas
Com lástimas e autocomiseração.
O amor perdoa, esquece,
Extingue todos os traços de dor no coração.
Passo a passo,
Estou aprendendo a perdoar, a amar.
Estou aprendendo a descobrir
O valor que se encontra dentro de cada vida,
De todas as vidas,
Valor soterrado pela rejeição,
Pela falta de compreensão,
Carinho e aceitação,
Pelas experiências duras
Vividas ao longo dos anos.
Estou aprendendo a ver nas pessoas a sua alma,
E as possibilidades que Deus lhes deu.
Estou aprendendo,
Mas como é lenta a aprendizagem!
Como, é difícil amar,
Amar como Cristo amou!
Todavia, tropeçando, errando, estou aprendendo...
Aprendendo a pôr de lado
As minhas próprias dores,
Meus interesses, minha ambição,
Meu orgulho quando estes impedem o bem-estar e a felicidade de alguém.
Como é duro amar !!!